Compartilhar share

Reunião fortalece o projeto do Museu de Geociências

Publicado em 22/07/2021 às 14:54 - Atualizado em 22/07/2021 às 14:54

O turismo na região Caminho dos Cânions está cada dia mais fortalecido. Mais um projeto se somará ao trabalho que é desenvolvido. Foi dado sequência ao projeto do Museu de Geociências (MuGeo), em reunião na Santur (Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina) para tratar da doação do acervo e sobre o prosseguimento das ações para concretizar a implantação. O acervo será uma doação e parceria do geólogo, Rodrigo Sato, da empresa MinasHidrogeo, ao museu que ficará no município de Jacinto Machado, na estrutura recém reformada do antigo Centro Cultural.

O prefeito de Jacinto Machado, João Batista Mezzari, o Gaiola, analisa positivamente a reunião, quando a Santur se dispôs a ser parceira também, sendo que a administração municipal está organizando os detalhes para receber o acervo. “Vamos preparar o espaço de forma adequada para receber esta coleção tão especial”.

Para o diretor executivo do Geoparque, Gislael Floriano o  Museu de Geociências vem pra contribuir muito positivamente para o futuro do turismo-pedagógico e cultural dando maior visibilidade as potencialidades geológicas, históricas e culturais do Território  Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul. “Parabenizo os autores do projeto pela iniciativa juntamente com o prefeito que está empenhado em concretizá-lo para tornar-se em breve um museu referência com essa temática”.

Rodrigo Sato com a percepção que a missão de um Museu de Geociência é dar acesso à sociedade ao conhecimento geocientífico por meio da pesquisa, preservação de acervos técnicos e históricos e divulgação da história das geociências no Estado de Santa Catarina, no Brasil e no mundo, fará a doação da coleção ao espaço com peças como fósseis, mapas e meteoritos, por exemplo.

Para a Santur a implantação deste equipamento é muito importante. “O MuGeo está relacionado com a temática da região, ao contribuir com o pleito de reconhecimento do Geoparque, que ocorre junto a Unesco. Contribui ainda com a geração de fluxos turísticos, especialmente ao pedagógico. A proximidade ao Rio Grande do Sul proporciona uma demanda diferenciada e é mais um atrativo que amplia a oferta da região”, analisa o gerente de Promoção Turística da Santur, Fábio Farber.

A coordenadora de Cultura e Turismo da AMESC, Helen Becker, agradece ao geólogo Rodrigo Sato pela parceria, e também a Santur pela aproximação com o município de Jacinto Machado, na implementação deste espaço cultural para receber o Museu de Geociências. “Projeto este que é de grande importância para todo o extremo sul do estado, principalmente porque viemos fortalecendo a região turística Caminhos dos Cânions. Ter o museu com um acervo tão diferenciado dará novos resultados positivos na demanda turística da região”.

Renata Tonetto Angeloni

Assessoria de comunicação AMESC

imprensa@amesc.com.br

 


Galeria Multimídia

{{grupo.nome}}
  • {{grupo.items.length - 12}}
    {{item.codGaleriaMultimidiaItem}}
Fechar